hoje retornei ao meu romance que estava parado há três meses. tenho 34 páginas de algo incerto.

penso que aqui me deparo com uma questão crucial que é: não sei muito bem para onde vou. a estrada se mostra ainda pouco iluminada e com muitos obstáculos, mas sinto que retornarei a um ponto que abandonei muitas vezes, por falta de coragem para encará-lo. talvez, agora seja o momento.

“para alguém vindo de um lugar indeterminado, qualquer movimento se torna um retorno, porque nada mais atrai com tanta força que o vazio.” (Olga Tokarczuk, Correntes, p. 92)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s